"Uma criança é como o cristal e como a cera. Qualquer choque, por mais brando, a abala e comove, e a faz vibrar de molécula em molécula, de átomo em átomo; e qualquer impressão, boa ou má, nela se grava de modo profundo e indelével." (Olavo Bilac)

"Un bambino è come il cristallo e come la cera. Qualsiasi shock, per quanto morbido sia
lo scuote e lo smuove, vibra di molecola in molecola, di atomo in atomo, e qualsiasi impressione,
buona o cattiva, si registra in lui in modo profondo e indelebile." (Olavo Bilac, giornalista e poeta brasiliano)

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Bebê abandonado é devolvido aos pais em Conceição do Jacuípe

A polícia suspeita que a criança tenha sido abandonada no mesmo dia em que nasceu

Foto: Divulgação/Assessoria PMCJ

Criança voltou aos cuidados dos pais

Redação CORREIO

O bebê que foi abandonado pela mãe em maio deste ano em Conceição do Jacuípe, na região de Feira de Santana, já está em poder dos pais biológicos, segundo confirmou nesta segunda-feira (29) a Secretaria de Assistência Social da cidade.

Segundo informações do Acorda Cidade, na última semana um exame de DNA confirmou que a pequena Sofia Vitória é de fato filha do casal que se apresentou buscando sua guarda - a mãe é suspeita de ter abandonado a criança.

O juiz Isaia Vinicius de Castro Simões, da Comarca da cidade, decidiu devolver a criança para a família estabelecendo compromissos e critérios que preferiu não detalhes, alegando que o caso corre sob segredo de Justiça. A Secretaria vai acompanhar se a criança está sendo bem cuidada com a família e a guarda ainda não é considerada definitiva.

Antes de ser entregue aos pais, Sofia estava sob cuidados de uma família da cidade.

Caso
A recém-nascida foi encontrada na porta de uma casa em Conceição do Jacuípe, a 97 km de Salvador, e levada para o Hospital Antônio Carlos Magalhões, de onde recebeu alta no mesmo dia.

O bebê foi deixado na porta da casa de Alexandra Cerqueira, 28 anos, que chamou a polícia, responsável por encaminhar a menina para o hospital.

Em depoimento para a TV Subaé, Alexandra, que 'deu' o nome Sófia Vitória para a criança, disse que está feliz pela menina não correr mais riscos e lamentou o ocorrido. "É muito triste, é uma situação que nunca pensamos que pudesse acontecer. Eu vou acompanhar ela por todos os lugares que passar daqui em diante”, diz.

A polícia suspeita que a criança tenha sido abandonada no mesmo dia em que nasceu, pois ainda estava suja de sangue e com o cordão umbilical.



Postado Por Cintia Liana

3 comentários:

Minha mãe é mulher da minha outra mãe! disse...

Meu me desculpem mais acho um absurdo a juíza devolver a criança para a mãe biologica uma vez que ele abandonou a criança após ela nascer ainda sujade sangue e com o cordão umbilical.
Fico indignada com a justiça em geral.
A mulher coloca a criança na porta de outra pessoa, por que??? Porque ela não quer ficar com a criança, porque ela não desejou aquela criança, por que ela não tem condições de criar aquela criança.
Por que não dar a oportunidade de outro casal ter um bebê...
Continuo afirmando que isso é um absurdo, e a família que estava cuidado da criança onde fica os sentimentos deles, o amor, carinho e os cuidados que adquiriram pela criança quando estavam com ela.
Ai a juíza simplesmente pega e devolve pra mãe parideira que abandonou a criança, simples assim.
O Brasil deveria ter uma justiça mais severa.

Minha mãe é mulher da minha outra mãe! disse...

sugestão para post.
Leia:
http://oglobo.globo.com/sp/mat/2008/01/08/quero_meu_filho_de_volta_diz_transexual-327927808.asp

Sheila Bueno disse...

Poxa, e por essas e outras que Brasil é Brasil né.
Onde se viu que uma pessoa dessa teria condições de ficar com a criança.
Acho isso uma falta de respeito com a criança e com a fila de espera adoção.
Uma pena, por isso ainda tem um monte delas que continua a fazer isso.
E não venha me falar que é depressão pós parto.
Desculpa o desabafo.