"Uma criança é como o cristal e como a cera. Qualquer choque, por mais brando, a abala e comove, e a faz vibrar de molécula em molécula, de átomo em átomo; e qualquer impressão, boa ou má, nela se grava de modo profundo e indelével." (Olavo Bilac)

"Un bambino è come il cristallo e come la cera. Qualsiasi shock, per quanto morbido sia
lo scuote e lo smuove, vibra di molecola in molecola, di atomo in atomo, e qualsiasi impressione,
buona o cattiva, si registra in lui in modo profondo e indelebile." (Olavo Bilac, giornalista e poeta brasiliano)

sábado, 12 de junho de 2010

Crianças que sofrem abandonos e sobre a menina torturada

Foto: Facebook

Esta criança que foi torturada precisa de um lar seguro, com o acompanhamento psicológico adequado. Uma depressão no momento atual é algo esperado pelo forte trauma, o medo também de novas relações ou até o receio de chamar outra pessoa de mãe durante algum tempo por associar isso aos maus tratos e aos dois abandonos que sofreu, primeiro da mãe biológica e este segundo, mas são suposições. Prognósticos para um futuro distante, neste momento, poderiam ser frágeis e causar uma espera, uma expectativa por algo não positivo em torno desta menina.

De qualquer modo, não diria que ela não estará preparada para uma nova adoção por um longo tempo, esta criança necessitará de uma família, de amor de mãe e pai que a "adotem" plenamente e que aconteça aos poucos, com muito cuidado. A dor que ela passou não faz dela indigna de uma nova família e nem está despreparada para isso por causa dos terríveis maus tratos que sofreu, ela precisa agora de tempo e cuidados especialíssimos.

Lembremos que existe um possível pensamento por parte de algumas pessoas que as crianças que sofreram traumas têm que ser "consertadas" para nova inserção, para "garantir" aos novos adotantes que não terão filhos com "defeito". Esse pensamento é muito egoísta. A criança deve ser preparada para nova adoção, mas não vista como alguém com "defeito", porque tem um "trauma".

Devemos dizer "agora" para as crianças, não com irresponsabilidade, mas darmos total prioridade à elas. Devemos pensar agora nesta criança e na possibilidade de adotantes que queiram se doar com toda a paciência e maturidade para acolhê-la, só assim superará o que passou, com um lar seguro, voltado para as necessidades dela e totalmente amoroso.

Marcas todas as pessoas têm, umas mais brandas outras mais graves ou até absurdas, todas as crianças são adotáveis e merecem uma família, merece investimento afetivo e que acreditemos nelas, o que nos diferencia é a capacidade de manejarmos nossas dificuldades advindas dessas dores. As crianças devem ter o direito a isso, a falar sobre suas dores e devemos colher isso com muito respeito e isso já é bastante “curativo”.

Uma criança abrigada e "traumatizada" pode lidar com suas dores e frustrações de modo mais maduro que um filho biológico que não aceita limites quando sua mãe lhe nega um brinquedo no shopping, por exemplo.

Os filhos biológicos não nos dão garantia alguma que serão saudáveis quando adultos, que são mais confiáveis porque têm o mesmo sangue dos pais. Suzane Richthofen era filha biológica. Que culto é esse a herança biológica, se isso não é garantia de nada? E porque teremos que ter a garantia de que o filho adotivo será perfeito ou deve ser manipulável?

O pensamento de que crianças que passaram por "traumas" serão adultos problemáticos ou marginais vem do preconceito e do medo. Se elas tiverem verdadeiramente um bom auxílio, num meio saudável e muito amor incondicional crescerão em harmonia, tentando superar suas dificuldades e vivendo as alegrias que virão, mas tem que ter muito amor, muito desejo de adotar e ser muito firme para entender isso.


Por Cintia Liana

Um comentário:

jeni disse...

ME PARTE O CORAÇÃO EM SABER COMO PODE EXISTIR PESSOAS TÃO MALVADAS A PONTO DE MALTRATAR UMA CRIANÇA INOCENTE DEUS SABE DE TODAS AS COISAS ISSO NÃO PODE ACONTECER CRIANÇAS PRECISA DE CARINHO E EDUCAÇÃO NÃO DE MAUS TRATOS VOU ORAR E PEDIR PRA DEUS QUE ELA CONCIGA UM BOM LAR COM MUITO AMOR E CARINHO .....